Consenso entre os pais

Entrar em consenso. Será que é possível? Quando colocamos o consenso como pensarmos da mesma forma a ser alcançado, podemos cair numa grande armadilha como pais e mães. Somos diferentes, pensamos diferentes, viemos de histórias diferentes e essa diversidade é extremamente positiva para o processo de educação.

Então, qual é o consenso possível? Entendo que o consenso seria esse lugar sagrado que há entre pai e mãe, um lugar onde é possível considerar ambos em sua construção com relação à educação dos filhos e tantos outros importantes assuntos num casamento, por exemplo.

Esperar ou exigir que o outro pense como eu apenas nos afastará e nos colocará na posição de julgar e escolher o meu ou o seu modo de pensar, ao passo que, quando consideramos ambos, podemos viver a riqueza da amplificação frente a qualquer assunto ou situação. Construir esse lugar sagrado, onde ambos estão considerados e cuidados nessa construção, permite que a criança viva esse exemplo de relação. Apesar de serem e pensarem diferentes, meu pai e minha mãe se consideram nas suas tomadas de decisões. Fantástico!

Com carinho

Dani

Posts relacionados

Deixe um comentário

Your email address will not be published.