A dificuldade em Verbalizar seus sentimentos

Quando vemos nossos filhos ou alunos tristes, bravos, chateados ou mesmo diferentes do que estamos acostumados a vê-los, logo ligamos nosso estado de alerta. Algo, normalmente de errado, está acontecendo. Partimos em disparada para as perguntas: O que você tem? Qual o problema? Por que você está com essa cara?

A criança, até seus 7 anos, ainda possui grande dificuldade em localizar, nomear, explicar e compreender com tamanha clareza seus sentimentos, quanto mais conversar conosco sobre eles. Nós, aflitos, perdemos grande energia com perguntas como essa e, como as crianças não sabem as respostas, costumam ficar mais ansiosas e irritadas com as nossas insistidas.

Estamos vivendo processos com nossos filhos e alunos e, nesses processos, o aprender é constante. Sentir todos sentimos: alegria, tristeza, medo, raiva, amor… As crianças também, todos os dias. O aprendizado perante os estímulos que recebem da vida acontece de acordo com a experiência perante cada situação que aparece.

As situações são as mais variadas, com amigos, com seus próprios desafios voltados ao seu desenvolvimento, dentre outros. Com nosso apoio, nossa escuta ativa e presença, podemos ajudá-los nessa linda caminhada rumo à identificação, à compreensão, à nomeação e à comunicação do que acontece dentro de seu coração. É um aprendizado importante para toda a vida porque, ao sentir o mundo, saber de mim e conseguir me comunicar adequadamente, é possível realizar grandes transformações à nossa volta. Acolha esse momento, entre no campo vibracional do seu filho, do seu aluno, fique no silencio e você sentirá também no seu coração.

Com carinho

Dani

Transcrição do áudio

1
00:00:00,000 –> 00:00:04,850
lá a saber ela fez de faria ea gente a
falar sobre as crianças e à facilidade

2
00:00:04,850 –> 00:00:07,850
ou dificuldade de verbalizar dos seus
sentimentos

3
00:00:10,730 –> 00:00:21,550
olá gente tudo bem a gente a falar
sobre a dificuldade de facilidade das

4
00:00:21,550 –> 00:00:25,090
crianças em falar sobre os seus
sentimentos como é que a gente

5
00:00:25,090 –> 00:00:37,750
constrói essa capacidade aumente quando
as crianças estão bem mais cabisbaixo

6
00:00:37,750 –> 00:01:07,220
porque elas não se percebem também

7
00:01:18,980 –> 00:01:23,160
e normalmente quando é tristeza a gente
quer mesmo é que aquilo se torna

8
00:01:23,160 –> 00:01:26,010
alegria e assim por diante

9
00:01:26,010 –> 00:01:32,930
respeitar esses sentimentos respeitar
esses momentos primeira nosso grande e

10
00:01:32,930 –> 00:01:38,060
depois e mostrando para as crianças o
quanto cada um desses sentimentos faz

11
00:01:38,060 –> 00:01:46,820
parte da vida já fez 90 chamada
propriedade dos sentimentos que fala o

12
00:01:46,820 –> 00:01:50,850
quanto cada um de nós pode ajudar a
grécia a lidar com cada um dos

13
00:01:50,850 –> 00:02:03,540
sentimentos mas até as crianças vivem
um grande primeiro um processo de mais

14
00:02:03,540 –> 00:02:17,000
um dia que ela está triste porque algo
não sair como ela gostaria vez um pouco

15
00:02:17,000 –> 00:02:25,110
desanimada talvez sim da super alegre
super felizes nesse dia a gente não faz

16
00:02:25,110 –> 00:02:30,370
nenhum gol quando a gente deveria fazer
outra vez

17
00:02:30,370 –> 00:02:46,709
assustada a imagem ou talvez seja uma
peça que talvez esteja passando por um

18
00:02:46,709 –> 00:02:52,239
momento que é uma situação nova ela
esteja mais receosa uma criança que já

19
00:02:52,239 –> 00:02:57,150
vestiu um momento de fúria de vez a
ação que aconteceu com ela sente

20
00:02:59,230 –> 00:03:02,940
esse é o sentimento que as crianças
talvez o primeiro deles que elas

21
00:03:02,940 –> 00:03:04,890
expressem com muita facilidade

22
00:03:04,890 –> 00:03:10,409
não foi justo instalação muita
tranqüilidade principalmente pra cima

23
00:03:10,409 –> 00:03:18,769
da gente mas é o nosso desafio é o
primeiro na nossa apreensão correr pra

24
00:03:18,769 –> 00:03:20,470
cima das crianças

25
00:03:20,470 –> 00:03:49,519
chirac grande desafio talvez seja ficar
junto daquele ponto de partida o ponto

26
00:03:49,519 –> 00:04:02,900
de partida de uma forma de colocar em
palavras aquela emoção e normalmente

27
00:04:02,900 –> 00:04:10,410
quando a gente consegue por
reciprocidade como se a gente entrasse

28
00:04:10,410 –> 00:04:18,700
no campo vibracional consegue por
empatia e muitas vezes enem

29
00:04:25,250 –> 00:04:31,490
a distração não é tirar a criança
naquele sentimento mas é compreender

30
00:04:31,490 –> 00:04:37,830
junto com a teresa que sentimento é
esse porque é que tá acontecendo mas

31
00:04:37,830 –> 00:04:45,720
não da pergunta mental que diz o que
foi o problema que você tá sentindo o

32
00:04:45,720 –> 00:04:46,770
que é que você tem

33
00:04:46,770 –> 00:04:52,300
se tivesse algo de errado mas muito mais
no sentido de que eu posso estar aqui

34
00:04:52,300 –> 00:05:03,220
com você pergunta objetiva do que ela
tem

35
00:05:03,220 –> 00:05:07,380
quando ela não tem a resposta ela olha
nos nossos olhos

36
00:05:07,380 –> 00:05:15,480
ainda mais quando ela tem o nosso
concelho estar junto

37
00:05:34,320 –> 00:05:42,820
aí vinha assombrava os estados o que
seja calma a gente pode chegar junto a

38
00:05:42,820 –> 00:05:49,810
gente pode estar sim pouquinho porque
normalmente essa resposta ela vem mas

39
00:05:49,810 –> 00:05:52,810
ela não vai vingar

40
00:05:54,020 –> 00:06:00,759
e ela quando chega ela chega de um jeito
muito bonita muitas vezes surpreendente

41
00:06:00,759 –> 00:06:05,930
e muito mais completa do que a gente
pode imaginar que ela foi através de

42
00:06:05,930 –> 00:06:19,199
loren com muita sabedoria e também
quando você encontrar o seu pequena só

43
00:06:19,199 –> 00:06:24,520
pequena esteja lá com ele essa é a
resposta mais importante nesse momento

44
00:06:40,460 –> 00:06:42,590
se você não está decidida a
comparecer

Posts relacionados

Deixe um comentário

Your email address will not be published.